O valor do monitoramento no ambiente de TI

Foi-se o tempo em que o papel do suporte da TI era apenas configurar a infraestrutura e tomar ações em casos de falha de equipamentos e sistemas. Atualmente, as equipes de TI precisam monitorar sistemas e aplicações e garantir o funcionamento correto, evitando ao máximo períodos de indisponibilidade. No entanto, garantir que não haverá qualquer problema no ambiente não é uma tarefa fácil. Para isso, é preciso fazer o monitoramento no ambiente de TI constantemente e de forma unifica.

Na maioria das empresas, a TI é peça fundamental para o pleno funcionamento dos processos. Em caso de falha no acesso a servidores ou sistemas (como indisponibilidade ou lentidão), os usuários são os primeiros a sofrerem o impacto. Conexões lentas, perda de documentos e de emails se não causam a paralisação total no trabalho, geram impactos financeiros negativos e reduzem a produtividade.

Se os sistemas pararem de funcionar, a empresa fica totalmente paralisada. E aí é preciso chamar uma equipe externa que identifique e solucione o problema, o que pode durar horas ou até dias. Este descaso com a TI atrapalha o trabalho e o bom funcionamento da organização, além de gerar altos custos de manutenção para a empresa.

O temida indisponibilidade (downtime)

O “downtime”, ou indisponibilidade, pode ser gerado por um problema de aquecimento nos servidores até um problema em uma porta de switch. Por isso, é preciso estar atento para identificar a cauza raiz dos problemas antecipadamente. No entanto, não é o que tem acontecido dentro das organizações. De acordo com uma pesquisa realizada pela consultoria norte americana Forrester, 34% dos profissionais de TI passam por problemas de indisponibilidade todos os dias. E essa inatividade tem um custo: uma hora de downtime em uma organização pode custar entre US$ 10 e US$ 1 milhão.

Outro problema que a indisponibilidade dos serviços gera é a utilização de colaboradores de forma inadequada, que em vez de “apagar incêndios”, poderiam estar em projetos com foco no negócio.

A importância do monitoramento no ambiente de TI

Seja qual for o tamanho da sua empresa, o monitoramento no ambiente TI é fundamental. É com ele que você poderá obter o controle efetivo da infraestrutura e sistemas de TI, reduzindo o risco de erro ou catástrofe. Há monitoramentos simples, como rotinas ou inspeções automáticas de sistemas. Mas há também um tipo de monitoramento mais complexo, que pode envolver testes físicos para avaliar a performance de um sistema.

Abaixo, você confere os principais benefícios na adoção de um monitoramento no ambiente de TI continuo:

Agilidade na identificação de falhas

Um ambiente de TI típico trabalha com múltiplos switches, sites, além de sistemas integrados, como ERP, CRM, banco de dados, etc.  Uma falha repentina algum desses serviços pode comprometer toda a operação da empresa. Com o monitoramento preventivo, a identificação do problema é rápida e permite que o erro seja solucionado de forma consistente e ágil.

Correção de mais problemas

Os softwares de monitoramento permitem identificar falhas quando mostram seus primeiros sinais. Desse modo, em vez de esperar o agravamento do estresse do seu sistema, sua equipe poderá corrigir o mau funcionamento antes que gere um problema ainda maior.

Realização de investimentos corretos no ambiente de TI

Como a equipe consegue enxergar tendências do seu ambiente, já que tem acesso a dados suficientes para projetarem demanda, é possível prever os recursos que serão utilizados futuramente. Assim, o gestor de TI garante que o orçamento será aplicado no que realmente é necessário.

O monitoramento no ambientes de TI traz vários benefícios e por isso está ganhando espaço nas empresas justamente por evitar grandes períodos de indisponibilidade e improdutividade.

Sua empresa está precisando de uma solução definitiva de monitoramento de TI?

Entre em contato agora mesmo com a equipe de especialistas da Specia1One:

https://www.specia1one.com

 

Assessment para bancos de dados Oracle